quarta-feira, 5 de novembro de 2008


No milagre cotidiano, há batalhas que se
prolongam além do necessário.
Elas minam nossas forças, enfraquecem
nosso entusiasmo e, como em toda
batalha muito longa, não haverá vencedor.

É por isso que existem tréguas. Para parar
a luta por um tempo, repensar a estratégia,
estudar nossas falhas,recuperar as energias,
porém, perseverar em nosso desejo de ser feliz.
Esperar o melhor momento para reiniciar
a batalha, não por teimosia e sim por sentir
que é hora de continuar.

Do Blog “Sobre o Berelando...”
Trecho da postagem “Perseverança”



Um comentário:

Neto. disse...

Teria ficado extremamente feliz em ser citado no seu blog... usar o meu texto, acho que é bem mais do que mereço (riso). Além de feliz me sinto honrado.

Obrigado.